Amigos do Sorriso

1460281_1402750013327710_1320929396_n[1]

Em 2002, dois estudantes do Curso de Medicina da FAMEMA, Liliane Machado Fernandes e Willian Fernandes Luna criaram o Grupo, com assessoria da psicóloga e docente da FAMEMA, Profa. Dra. Roseli Vernasque Bettini. Foi fundado aos 05 de agosto de 2002, possuindo estatuto próprio. É vinculado aos Diretórios Acadêmicos da FAMEMA, que correspondem aos Cursos de Medicina (Diretório Acadêmico Christiano Altenfelder) e de Enfermagem (Diretório Acadêmico Fernanda Cenci Queiroz) e tem o apoio da FAMEMA.

Iniciou com doze participantes e hoje conta com 179 integrantes, sendo 80 estudantes dos cursos de medicina e enfermagem da FAMEMA, além de 99 Amigos Imortais (assim considerados por terem feito parte do Grupo até concluírem a graduação). Há um assessor, que também foi o fundador do Grupo e a assessora, psicóloga, que insere o Grupo desde sua criação.

Tem como objetivos gerais: 1) Possibilitar o envolvimento de estudantes dos cursos de Medicina e Enfermagem no desenvolvimento de atividades visando à promoção à saúde, prevenção à doença, ao processo de humanização e à educação em saúde, e seus efeitos multiplicadores; 2) Favorecer o conhecimento das necessidades de saúde dos indivíduos envolvidos; 3) Facilitar o processo de qualidade de vida aos indivíduos que enfrentam mudanças no transcorrer da vida e frente ao processo saúde-doença e 4) Utilizar o brincar, a arte e o processo criativo como maneiras de simbolizar e representar as situações humanas.

Após processo seletivo anual, os integrantes com participação voluntária passam pelo período de seis meses de capacitações teóricas (processo tutorial e textos em apostila) e práticas (dramatizações e participação como observador nas atividades do Grupo). Desenvolvem um tema e criam um personagem que permeia as características de cada integrante com suas qualidades e limitações, para desenvolver atividades lúdicas (com assessoria psicopedagógica) e tornar o brincar, instrumento do processo terapêutico.

Cada atividade é constituída de planejamento, atividades nos cenários com integrantes escalados e supervisão com psicóloga. São realizadas: 1) Atividades semanais com: a) crianças hospitalizadas e acompanhantes na Enfermaria Pediátrica do HC II (domingos à tarde) e b) crianças que realizam quimioterapia, exames e consultas, e seus acompanhantes, no Hemocentro (7:00 às 9:00); 2) Atividades quinzenais com adultos na sala de espera da Radioterapia do HCI (sexta, das 7:00 às 8:00); 3) Atividades mensais com idosos na Instituição de Longa Permanência (ILP) “Lar São Vicente de Paulo” (sábado, de 9:00 às 10:30); 4) Atividades extras (oficinas e/ou palestras) em unidades de saúde, escolas, empresas, eventos científicos e outros, em que são abordados vários temas, entre eles: doação de sangue, órgãos e de medula óssea; trabalho em equipe; vinculo e resiliência; processo saúde-doença e formação em saúde.

Para efetivação deste processo, o Grupo também realiza através de uma equipe gestora, reuniões administrativas (duas horas semanais) e Assembleias Gerais, com encontro de todos os integrantes, para avaliar e discutir o funcionamento do Grupo (duas horas mensais). Há ainda reuniões esporádicas e encontros anuais, como a Apresentação Anual à comunidade (apresenta de maneira interativa, os objetivos e as atividades desenvolvidas pelo Grupo) e a Vivência anual (momento de encontro dos integrantes, com oficinas de trabalho e dinâmicas de grupo).

Das experiências, têm-se artigos e trabalhos apresentados em Congressos, além de desenvolvimento de pesquisas. Está em andamento a construção do livro, que terá tanto as experiências dos integrantes como a interface com o resultado de pesquisas bibliográficas que focalizam os temas: gestão em saúde, desenvolvimento do ciclo vital, processo saúde-doença, biossegurança, morte (olhar do estudante e no ciclo vital), educação em saúde, humanização em saúde e responsabilidade social de estudantes da área de saúde.

Em 2014 foi lançado o primeiro volume da Coleção Amigos do Sorriso: “A menina que perdeu o lacinho”, que além de caracterizar as atividades desenvolvidas no Grupo através de histórias, envolvem as preocupações de uma criança e a constituição de brincadeira compartilhada para revelar temas como erros, perdas e possibilidades existentes para o processo de desenvolvimento.

Para o desenvolvimento do grupo, conta-se com envolvimento de integrantes e de colaboradores, do apoio do DACA, DAFC e FAMEMA, além de alguns patrocínios para a Apresentação Anual, Vivência e confecção de camisetas.

Saiba mais do Amigos do Sorriso e curta a página no Facebook!