fbpx

Emenda conquistada por estudantes e trabalhadores é engavetada por base de Alckmin

Nesta quarta-feira, 27/12, a ALESP votou o Orçamento do ano de 2018. Junto ao orçamento, foi votada a emenda ao orçamento, conquistada após as Mobilizações Conjuntas dos Trabalhadores e Estudantes em outubro, e formalmente proposta pelo Dep. Carlos Gianazzi (PSOL) que previa orçamento extra de R$100 milhões para a Faculdade de Medicina de Marília, incluindo o Hospital das Clínicas da FAMEMA. Muito embora o orçamento tenha sido aprovado com facilidade pela base aliada do Governo Geraldo Alckmin (PSDB), pré-candidato a presidência da república, a emenda proposta por Gianazzi foi rejeitada.

Ler mais