Resposta ao ato

O Diretório Acadêmico Christiano Altenfelder vem se pronunciar sobre o protesto que ocorreu na FAMEMA na sexta-feira última (22/05).

Consideramos que qualquer movimento que objetive melhorias para a saúde da população, fortalecimento do SUS e denuncie os desmandos dos governantes é legítimo. Nesse sentido apoiamos as mobilizações dos funcionários da faculdade e nos prontificamos a lutar ao lado em todas as reivindicações.

Ainda assim, cabe a análise do movimento como um todo.

Há cerca de um mês os estudantes se mobilizaram contra a privatização do Hospital das Clínicas, citando muitas das pautas colocadas nessa sexta-feira. Na época, a direção da faculdade não mediu esforços para coibir e criminalizar o movimento. Em resposta ao ato, a direção chamou uma reunião onde tratou os discentes como incapazes, desprezando todas as pautas e demonstrando extrema intransigência em suas posições privatistas.

Muito nos surpreendeu que esse mesmo corpo diretor hoje se mostre favorável, até mesmo cedendo sua comunicação com a imprensa aos líderes do movimento. Nos surpreende também que cargos de confiança da direção estejam por trás dos protestos, incitando o combate a um Governo Estadual que há muito trata a FAMEMA como lixo sob aplausos de todos os membros da alta cúpula famemense.

A análise que o Movimento Estudantil faz, então, é de cautela: encaramos o movimento como legítimo, mas dirigido pela direção ao perceber que a estratégia de submissão absoluta ao Gov. Geraldo Alckmin se esgotou. Só podemos dizer: finalmente.

Talvez a direção não tenha chego ao fim do raciocínio ainda, então ajudaremos: a precarização É PROGRAMADA e visa justificar a “única saída possível” – as privatizações por meio de OSs.

Discentes, docentes e funcionários: Se vocês de fato amam a FAMEMA e querem lutar por ela, devem exigir que a direção se posicione e assine o termo de compromisso contra a privatização. Devemos sim pressionar o governador, como já temos feito de diversas formas, mas a tutela de nosso corpo diretor não é adequada para isso.

Quem se curvou por tantos anos a um governo que só destruiu nossa instituição não é digno de confiança.

Nenhum comentário ainda

Deixe uma resposta

Apoio